domingo, 3 de julho de 2022

ASTROLOGIA - OS ARQUÉTIPOS E SEUS ELEMENTOS - AGUA




                                                                 SIGNOS DE AGUA


CÂNCER

O carangueijo é o mais popular símbolo deste Ser cuja casca é bastante dura, precisamos até de um martelo pra quebra-la. Ah! Mas a carninha é bem molinha.
Estamos falando desse Ser que é o mais maternal do zodiaco - CÂNCER. 
Na via positiva é um Ser protetor, altruísta e muito sensível. Sua sensibilidade é muitas vezes extrema, acredito que seja até por isso que topamos com muitos cancerianos defensivos/agressivos, pois a melhor defesa a tudo aquilo ou aquele que possa ser uma ameaça é agir no ataque. 
Como a sensibilidade é tanto seu ponto forte como fraco, se esse Ser for pra via negativa, segura suas cobranças afetivas. Essas são seguidas muitas vezes de chantagens, inconstância e adora viver no passado - porque você em 1987....
Regido pela magnética e misteriosa Lua (a Dama da noite), o faz ser o Signo que mais se identifica com a mesma, e sente de forma singular todas as transições das fases da Lua. Juntamente com Escorpião e Peixes fecha-se a tríplice do elemento Agua. E seus amigos complementares são os Signos de Terra - Touro, Virgem e Capricórnio. O último é seu oposto complementar direto, isto é, grande aprendizado pela frente ou repulsa podem ocorrer entre eles.
Se você quiser um Ser maternal/paternal e que te acolha ao seu lado, este é o Signo certo de escolha!
By Dric@


ESCORPIÃO

E das profundezas do mistério, da coragem espiritual, da Morte e dos grandes finais... Eis que ressurge o todo poderoso plutoniano Escorpião.
Isso mesmo, hoje, depois de uma longa e vasta temporada vamos acender os holofotes a esse Ser que pode ser tanto o mais sublimado do zodíaco quanto o mais asqueroso Ser rastejador que alguém possa cruzar na vida.
Na via positiva, Escorpião carrega um magnetismo e poder de regenerar-se inigualável! Possui amor passional em tudo que faz. É profundo e investigativo. Protege os seus com muita força, controle e poder.
Agora, segura esse Ser se for pra via negativa, pois a vingança será seu prato predileto dentre tantos outros maléficos. Além da vingança, que muitas vezes nem precisa agir com suas próprias mãos, ele possui suficiente força mental pra emitir seja quaisquer sentimento inferior de reação negativa para o outro, somente através de seu pensamento. Geralmente estando na via negativa, ele guarda rancor, é dono de uma excelente manipulação e possui obsessão pelo poder. É muito desafiador aniquilar um escorpião que estiver na veia da via negativa, pois esse ressurge das cinzas por ser uma aberração sexual ou extremamente maquiavélico.
Regido por dois planetas. O valente Planeta Marte (o Deus das Guerras) e Plutão (o Deus do submundo).
Juntamente com Câncer e Peixes fecha-se a tríplice do elemento agua. Os Signos complementares são Virgem, Capricórnio e Touro. O último é seu oposto complementar. E onde se mora o grande desafio, pois estão no eixo dos valores. Touro ensina escorpião que deve ir com mais cautela ao pote, e escorpião ensina a Touro que ele deve ir mais profundo.
By Dric@

segunda-feira, 27 de junho de 2022

“Ano de Revelações” – As Mascaras Estão Caindo“

“Ano das revelações” - as máscaras estão caindo. 

 

As pessoas não estão melhorando, tampouco piorando, estão tão somente se revelando. 

 

Ano de 2020 foi um ano astrologicamente dizendo de muita restrição - tivemos muito Capricórnio no céu. 

Neste ano de 2021 temos muito Aquário no céu - ano cuja energia coletiva é a que está em evidência, ou seja, valores, crenças e conceitos tanto sociais quanto econômico e político, estão sendo colocados a mesa, questionados, e em momentos de maior tensão estão sendo até rompidos. 

 

Um outro ponto que temos absoluta urgência, não somente de olharmos com afinco, mas também, de trazermos soluções efetivas, é paraas doenças de cunho psicoemocionais. O número de pessoas que as vêm desenvolvendo está disparado, principalmente quando são comparados com os últimos anos. As pessoas têm estado cada vez mais emocionalmente instáveis, em seguimento a todo reflexo gerado dessa energia coletiva tão polarizada da qual estamos enfrentando. E as doenças emocionais “campeãs de bilheteria” são a Ansiedade e a Depressão. A Ansiedade vem se “destacando” cada vez mais, ela é a protagonista, a que vem roubando quase todas as cenas, não tem freio, não tem parada, não sabe o que é presente, porque está muito preocupada com o futuro, esquecendo que viver é no aqui e agora. Como sua antagonista, temos a depressão, a que adora viver afundada no passado, naquele “normal que já se foi”, mas ela está lá, afundada em suas dores, ou mesmo memórias, mantendo-se no papel da vítima, ou daquela que se contrapõe na maioria das vezes ao protagonista, gerando e estabelecendo assim o que chamamos de dualidade, e é nessa dualidade que muitostambém se encontram. O perigo mor está na bifurcação, isto é, quando o indivíduo oscila entre as crises de ansiedade e depressão, é nessa dança que muitas vezes se torna desequilibrada, pode surgir um momento que o indivíduo para bem no ponto inicial dessa bifurcação. Sentindo-se mais forte (algumas vezes pode acontecer de ser uma sensação), o indivíduo nesse momento se sente atraído ou é diretamente “convidado” a fazer escolhas, por exemplo: escolho o trajeto mais longo, porém plano, ou o mais curto, porém montanhoso? Essas opções são, em analogia, no geral escolher entre “viver ou morrer”, é aí, exatamente nesse ponto, onde muitas vezes o indivíduo pode cometer o suicídio do qual fortemente acredito que é um assunto de extrema importância que está sendo pouco falado…. E os números de suicídios a cada dia que passa, vem subindo na mesma proporção que tanto o silêncio quanto a negligência perante a ações ou medidas mais contundentes sobre esse assunto não veem sendo tomadas. 

 

Em conclusão, a sociedade precisa parar de colocar esse assunto debaixo do tapete, e aprender a debatê-lo com mais responsabilidade. 

Como também os governantes precisam tratar esse assunto com efetivo compromisso e verdade. E os cabeças por trás das redes sociais,devem rever com urgência um modo mais efetivo cujo qual seja combatido a extrema superficialidade nas redes sociais, pois muito dos problemas emocionais vem sido gerados pelas expectativas irreais que as pessoas alimentam baseadas num mundo de mentiras, ilusão e maquiagens produzidas nas redes sociais. E desde que a pandemia iniciou, esse processo  vem aumentando, cada vez mais, infelizmente.

 

Drica Menezes

Astróloga vocacional, Business Coach e Professora de inglês corporativo


segunda-feira, 6 de junho de 2022

Choices = Escolhas - Qual eh a sua?

 Ao longo da minha (ainda) curta vida, já refleti, e tornei a refletir, até chegar a algumas conclusões, que não querem dizer que eu esteja certa, mas, pra mim, faz todo sentido… por exemplo, as seguintes conclusões: 

•Eu escolho RECONHECIMENTO ao invés do meu AUTOCONHECIMENTO. E pq? Pq pra mim, quanto mais eu mergulhava dentro de mim mesma através do autoconhecimento, mais eu me desconectava do mundo terreno do qual eu habito. Além de tbm deixar de enxergar o mundo de modo mais prático e realista. Já o reconhecimento, me forçou a eu olhar para o meu espelho, e ver o meu próprio reflexo ali, com minhas perfeições e imperfeições. Ademais, somamos essa experiência a oportunidade de tbm enxergarmos como nos tornamos ao longo da vida que eh direcionada e impactada  através de nossas experiências e escolhas; 

•Eu escolho EXCELÊNCIA ao invés da PERFEIÇÃO. E pq? Pq excelência eh alcançável, se bem trabalhada. Enquanto a perfeição dá muito trabalho, e no final das contas a busca por ela pode nos tornar seres frustrados. Perfeição eh total utopia, ou para os mais religiosos que fique a citação “Só Deus eh perfeito”…; 

•Eu escolho ser CRÍTICA ao invés de ACHISTA/JULGADORA. E pq? Pq para ser crítico eh preciso ter, nem se for um pouco, uma certa dose de análise, pensamento, embasamento e conclusão. E normalmente, pra um crítico analítico isso se torna inato. Críticos por excelência costumam carregar um espectro de não ter muitas certezas, de fazer ponderações, alguns mais outros menos, alguns acabam sendo mais cuidadosos outros menos, mas isso Td dependerá do nível cultural, e de base de cada um… Não eh à toa que os críticos natos são mais mutáveis. Já o julgador eh o cara que costuma deter a verdade, as vezes absoluta. Casa com seu próprio modo de pensar e agir. O julgador, especialmente, não costuma ser muito racional, se escora em crenças e valores limitantes, não dando assim espaço ou fala pra alguém discordar dele, tampouco corrigi-lo, menos ainda se vc se atrever em bater de frente com ele - isso frequentemente acontece por conta de sua falta de embasamento ou argumento, levando o julgador ao distanciamento, ou ao cancelamento, ou a um rompimento que será ao seu ver inevitável - afinal de contas ele eh o dono da verdade, né?; 

•Eu escolho PLENITUDE ao invés de FELICIDADE - essa eh a minha escolha preferida, e sabe pq? Pq felicidade eh líquida, efêmera, feita de momentos - não existe ninguém que seja feliz o tempo todo, talvez eu esteja sendo até um tanto categórica, mas, de fato, eu não acredito que alguém seja feliz o tempo todo. Pra mim, felicidade é uma condição e não um estado, assim como eh tbm para o religioso Ailton Nascimento onde ele diz na seguinte citação “A felicidade dever ser uma condição e não um estado... Estado depende de fatores externos. Já a condição não, ela é uma decisão, hoje decidi ser feliz, mesmo que as coisas não estão como eu desejo.Todos os dias Deus dá o maior Dom, que uma pessoa possa receber - o dom da vida”. E finalizo dizendo que a plenitude, essa sim eh um estado, um estado de contentamento, independente de como vc está se sentindo em um dado momento. 

By Dric@ 

quinta-feira, 19 de maio de 2022

Quando o universo nos afasta de quem é necessário pra que a gente evolua

 Eu considero que demorei pra aprender essa lição... mas Qd olho ao meu redor e vejo pessoas com idade cronológica maior que a minha, e que ainda não aprenderam, penso “ah que bom, acho que estou na média, em evolução...” 

Qd a gente fala de evolução, partindo do princípio que somos seres espirituais tendo experiências materiais, nosso Ego (alma, consciência, essência) acaba passando por vários testes, lembrando que, vivemos num mundo polar e dual, onde o bem e mal transitam de lados opostos, mas as vezes lado a lado, bem juntinhos. 

Vamos a lição que especificamente passei, e que me fez refletir por passados cortes: Qd alguém querido saia da minha vida eu não aceitava, me questionava, me culpava, me descabelava, literalmente. Agora… trabalho os rompimentos ao meu favor. 

Na maioria das vezes, costumamos medir a atitude do outro a partir da nossa atitude, portanto, eu tinha muita dificuldade de entender o pq o outro cortava, se afastava ou rompia comigo, sem se quer ter uma prévia conversa, sem um olho no olho, sem o tal das cartas na mesa. Mas, como a vida terrena não é playground, aliás, vem sendo um parquinho de terra dura como a citação que está ultimamente na boca do povo “é fogo no parquinho”. E é a partir desse cenário quente, que a gente vem tentando apagar o fogo e sobreviver... enfim, dentre vários rompimentos de amigos e amores, consegui compreender depois de duras lições que não era só um ciclo que se encerrava, mas pessoas que eu superestimava, até enxergava o que elas faziam com outras pessoas e que me incomodava, mas pensava “comigo não, pq comigo é diferente (coisas do Ego)... até que bingo, vc tbm entra na estatística, meu chapa! Cada um é o que é. 

Muita petulância minha e sua tbm achar que uma pessoa fará algo “não bacana” somente com o outro, e não fará contigo “pq comigo o negócio é diferente. “O verdadeiro inteligente não precisa passar pela dor desnecessária, basta observar com os olhos da humildade, então será capaz de separar o joio do trigo”. Se a pessoa age de modo X com ciclano ou beltrano, ela certamente fará contigo tbm. Não seja rogado em achar que vc é o chapa, pq vc não é! Eh a tal da estória do escorpião que sobe em cima do sapo - ele dará a ferroada, independente da boa ação do sapo, está em sua essência, 

Fica a lição, e ponto.

By Dric@

sexta-feira, 4 de fevereiro de 2022

Quem sabe um dia você chega lá…

 Uma atitude muito aquariana na via negativa por conta da impessoalidade eh o não envolvimento com as pessoas de modo mais pessoal. Até por isso fogem de grupos, amizades e relações mais íntimas, e muito disso acontece pq do outro lado reside sua sombra que eh leão 100% ego. Ou seja, para um aquariano que esteja transitando numa via mais negativa se torna muito desafiador se deparar com pessoas que são integrais, que possuem auto estima elevada, ou ainda opniões mais fixas. Eh claro que aí eh a dança do estica e puxa, do espelho, do aprender e ensinar…. Mas para que isso ocorra eh preciso ter um tiquinho de “humildade”, coisa que esse arquétipo naturalmente já possui pouco, e se estiver na via negativa se torna quase impossível de enxergar e escutar sobre o que aqui estamos escrevendo ou falando. 

Aí td que ele irá dizer eh “Vc um dia vc chega lá…” - eh claro, pq ele já chegou! 😜😎

By Dric@ 


#perfumarismo


Ps. Vale principalmente na sequência de importância, de modo geral, para: Lua em ♒️, Sol em ♒️ mal aspectado, Lua ou Sol em casas de Terra 2,6,10; stellium em ♒️ principalmente nas casas citadas ou de casa 1 por dar muita arrogância. ♒️ em casas de Terra sentem-se abafados, que sua criatividade não eh fluida, trazendo-lhes uma frustração não compreendida. Sendo assim, tornam-se ácidos, amargurados e arredios ao mundo externo e a todo aquele que brilha naturalmente…. Mesmo se esse(s) venha(m) para agregar a sua vida, fechando-se no seu mundo e não fazendo contato com o mundo externo pq ele está todo errado e ele quem está certo.

quarta-feira, 2 de fevereiro de 2022

Somos seres Emocionais/Espirituais tentando ser racionais


A Lua em seu Mapa Natal é de grande importância. Ela governa sua percepção, suas emoções, como elas são nutridas, sua criança interior, sua mãe, sua relação familiar (e para quem acredita também as memórias karmicas), seu lar/sua casa, seus padrões de hábitos,

 e sua origem. 

Estamos em um ponto crucial esse ano, pois teremos um evento especial que desde 1856 não acontece no céu que é a conjunção Netuno Júpiter em Peixes. Essa conjunção acontecerá no dia 12 de Abril desse ano de 2022 e se estenderá ao longo de todo ano. Com esse evento no céu  teremos muito mais condição de nos sentirmos, de olharmos para o nosso emocional de modo mais acolhedor , isto é, de nos perdoarmos como também aqueles que não atenderam às nossas expectativas, porque afinal de contas ninguém nos decepciona pois somos nós mesmos que nos decepcionamos por sermos geradores de expectativas. 


No âmbito coletivo trará um despertar em nosso mundo, pois

começará a criar uma Nova Terra, um novo tempo, um novo espaço, e é claro que ainda em transição… Portanto, como muitos desafios, principalmente materiais, nos próximos dois a três anos. 

Para fazer essa mudança, temos que nos tornar mais conscientes de nossa existência individual aqui na Terra. De nosso papel propósito: O que você veio fazer aqui nesse planetinha chamado Terra? 

Enquanto a Lua no seu mapa te mostra seu inconsciente, seu Sol te mostra sua consciência que é onde você prometeu alcançar nessa vida.

Normalmente as áreas que nos prendem, que nos amarram se encontram ligados a Lua, ou seja, a mãe, ao signo é a casa que ela está como também a casa que ela rege e os aspectos que ela faz. A Lua por ser inconsciente nos prende, cria artimanhas para que não sigamos rumo ao pico da montanha cujo qual é solitário, sim a caminhada é solitária. Essa caminhada nos convida a crescermos, a deixarmos os traumas nos passado, e aceitarmos de bom agrado os

 presentes poderosos que o pai tem a nos oferecer. Enquanto o Sol muda de signo a cada 30 dias, a lua muda de signo a cada 2 dias e meio, ela é muito mais rápida é nos causa mais instabilidade. Essas mudanças nos afetam emocionalmente, psiquicamente, fisicamente e energeticamente. Aprender a trabalhar e lidar com a sua Lua é

extremamente valioso em todas as situações da vida. Posso dizer isso com toda propriedade do mundo, não por ser astróloga, mas por ter uma Lua extremamente desafiadora, pois é uma Lua que tem distanciamento das emoções, está numa casa altamente karmica e toda mal aspectada (só tem maus aspectos). 


Esse ano é o divisor de águas para que você se cure das suas dores mais profundas, aquelas que talvez até você mal saiba. Faça esse preciso diagnóstico e encurta seu tempo de terapia, ou melhor ainda já vá para a terapia com o exame na mão pois fica muito mais eficaz e assertivo o tratamento quando já temos o scanning (diagnóstico de imagem) do problema, não é mesmo? 

By Dric@  

domingo, 16 de janeiro de 2022

Enquanto eu gritava, o bando de surdos caminhava…

Uma vez experienciei a solitude e achei que era a solidão. Ah quanto engano meu… E pq? Pq eu escolhi estar naquela condição, naquele momento, e eh claro que em algum momento ou outro dentro daquela solitude que eu experienciava havia tbm momentos de solidão, mas que foram muito breves. Agora mesmo, venho de um processo super, mega, blaster profundo de solidão, onde fui puxada pra águas turvas, onde me deparei com redemoinhos e correntezas, td junto e misturado, e quase ao mesmo tempo pra pontos cujos quais eu nunca havia nadado. Ah! lembrando que eu não sei nadar, mas sou sobrevivente de vários rios com correntezas, mares revoltos e tempestades, pois por vezes nadei com o apoio de uma boia ou salva vidas, mas dessa vez, na maior parte do tempo, só tinha a mim mesma e o meu filho de pelos Bartho que ali comigo estava, de manhã, a tarde e à noite, enroscado nos meus pés ao dormir, e ao levantar PRESENTE, pronto pra me acompanhar pra refeição que mais amo do dia: café da manhã pra começar o dia. 


Ao longo desse processo, houveram momentos que precisei me agarrar a galhos, me escorar em pedras que encontrava a margem do rio corrente que mal sabia onde iria me levar… Em tese, eu costumo andar, mas nesse caso estava nadando, e seguindo um “mapa mental” do qual me indicava que iria despencar, em queda livre, consequência de profundas e fortes questões emocionais Karmicas somadas a uma arrastada e “inevitável” solidão, somada a um senso de quase que de acertos de contas ao “não pertencimento” (não só da minha pessoa, mas tbm o que eu represento nessa vida, papo pra lá de metro…), além tbm da minha forte necessidade de me libertar, isso mesmo, de me libertar de td e de todos que eu permiti e que tentaram (vou usar o verbo no passado pq já estou no processo de liberação, indo ao encontro da libertação), digo tentaram, pq não me destruíram, e segue a lista: me oprimir; me castrar; me controlar; me frustrar na manobra da inversão dos papéis, ou seja, me fazendo acreditar que eu era a culpada ou a vilã da história, isso é uma manipulação muito mas muito perigosa gente, acaba com o nosso emocional; me rebaixar/expor para poder crescer na frente dos outros; me enganar (mentir); me usar para seu próprio interesse - isento da lei do dar e receber, ou seja de reconhecer por exemplo o meu trabalho (sem o bla bla bla que devemos fazer, fazer e fazer e não ver a quem ok? Pq passei minha vida toda nessa ai - doação total e na hora de receber algum “aplauso” X na minha testa. Bonito falar, mas quero ver vc praticar a doação continua, e ver por exemplo: o camarada pede ajuda pra vc, mas na hora de aplaudir eh ora outros nas redes sociais, pra alavancar eh pra outros… tipo “da um like pra um outro que ele nem conhece”, sendo que o camarada sabe que vc eh autônomo e que vc vive da “imagem”, ainda mais hoje em dia… fácil falar, desafiador pra quem tem cérebro e emoção profunda gerenciar); tentam me manipular (digo tentam pois a essa “variante” já estou bem vacinada e com uma boa cobertura de imunidade); dentre várias outras coisas a mais e amarras que estou no processo de me liberar e de me libertar. 


Ou seja, foi muito lixo que tive que carregar, e o pior, nadando!


Tudo isso vem trazendo o maior aprendizado da minha vida. 

Tive e ainda estou tendo que enfrentar meus maiores inimigos, e sabe quem são eles? Meus demônios internos - as auto sabotagens e quaisquer tentação de escapismos que eu geralmente fazia, por exemplo o “escapar literalmente”, ou seja, sair de cena, ir embora, me mudar pra outro lugar num sentido de fuga e não de literal migração ou mesmo imigração. Quantos relacionamentos com os quais terminei por conta de minhas questões emocionais ou “por conta do medo do novo, voltava pro relacionamento velho? Mas dessa vez tomei uma decisão, e sabe qual eh? De experimentar o sofrimento ou seja lá o que for, até o fim. Pq Qd eu ressurgir, me aguardem, ou eu vou daqui pro céu “literalmente”, ou será daqui pro céu voando, sim, e me manterei lá voando, voando e voando, pq liberdade e o mundo são meus primeiro nome e sobrenome, e pra eu chegar lá terei que aprender como fazer e ser, e aprender sim tbm com o bando de surdos que tanto me deparo ao longo de toda minha caminhada aqui na Terra…. Por que não? 

By Dric@